w3c

CDS-Alto Sertão entrega cisternas em zona rural de Riacho de Santana

Sexta, 07 de Junho de 2019

O CDS Alto Sertão entregou 60 cisternas de captação de água da chuva com capacidade de 16 mil litros  ontem, (06) na zona rural do município de Riacho de Santana no Assentamento de Contendas. Essa foi mais uma etapa de investimento, que soma um total de 4 milhões de reais, viabilizados através do Ministério do Desenvolvimento Social do Governo Federal, para o CDS-Alto Sertão. O investimento foi destinado aos 16 municípios que compõem o Consórcio, beneficiando 1.200 famílias.

No ato da entrega do benefício na comunidade de Contendas, estiveram presentes, o presidente do CDS-Alto Sertão e prefeito de Matina, Juscélio Fonseca acompanhado do prefeito de Riacho de Santana, Alan Vieira, do secretário administrativo do CDS-Alto Sertão, Anderson Públio e dos vereadores Kal, Edilson e Cariri, dos secretários municipais Alexandre e Ruberval e do presidente da associação dos moradores do Assentamento de Contendas, José Batista.

O prefeito de Riacho de Santana, Alan Vieira externou sua gratidão pelo empenho do Consórcio: "agradeço ao Consórcio pela competência, empenho e tenacidade em prol dos nossos munícipes riachenses. Sem esses reservatórios os moradores iriam ter muita dificuldade devido a escassez hídrica da região".

Programa Cisternas

O Programa Nacional de Apoio à Captação de Água de Chuva e outras Tecnologias Sociais (Programa Cisternas), financiado pelo MDS desde 2003 (acesse e conheça a legislação [CGR1] instituído pela Lei Nº 12.873/2013 e regulamentado pelo Decreto N° 8.038/2013) , tem como objetivo a promoção do acesso à água para o consumo humano e para a produção de alimentos por meio da implementação de tecnologias sociais simples e de baixo custo.

O público do programa são famílias rurais de baixa renda atingidas pela seca ou falta regular de água, com prioridade para povos e comunidades tradicionais. Para participarem, as famílias devem necessariamente estar inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

O semiárido brasileiro é a região prioritária do programa. Para essa região, o programa está voltado à estruturação das famílias para promover a convivência com a escassez de chuva, característica do clima na região, utilizando principalmente a tecnologia de cisternas de placas, reservatórios que armazenam água de chuva para utilização nos oito meses de período mais crítico de estiagem na região.

 





Últimas Notícias